segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Insônia

Mais uma vez acordei assustado...
Mas o que foi que eu fiz?!
Será que realmente mereço ser crucificado desse modo?
Será que foi o meu erro que nos afastou ou ele apenas foi o estopim?

Será que com um pouco de força não é possível pelo menos sermos gentís um com o outro?
Será que de repente virei um monstro que não tem amor nenhum no coração?

O problema do tempo é que ele nunca parece estar passando na velocidade correta!
Quando a cabeça repousa sobre o travesseiro, parece que todas as dores, medos e erros pesam pelo menos um bilhão de vezes mais e que tudo que achei ter em mãos, foge do controle.
É como se eu visse tudo acontecendo sem ter o tal do livre arbítrio, como ver um filme triste sem poder desilgar a tv.

Acho que esse é o momento de eu esperar o tal tempo passar, pra que eu possa mais uma vez levantar a cabeça e esperar outra chance de cair.

Um abraço pra quem ler.

Bom dia!

Um comentário:

thiagoks disse...

"Um abraço pra quem ler."

Um abraço pra quem escreveu, também!!