terça-feira, 12 de março de 2013

Mantra das possibilidades

Queria ter a habilidade do poeta que faz do sentimento, palavra.
Queria também o dom do musico que na palavra põe melodia.
Gostaria muito de saber como perdoar de dentro para fora,
ou pelo menos conseguir esquecer mais do que as chaves de casa.
Ah sim, casa! Se me sentisse em casa em algum lugar seria bom também...
Ahhh, tanta coisa que não é coisa e eu queria. Bem como tanto lugar que não tem coordenadas mas eu iria.
Queria mesmo é me conectar de verdade a alguém pelo menos uma vez. Ou ao menos descobrir em que ponto me tornei tão irracionalmente só e dependente, para então voltar e fazer direito.
Talvez nunca consiga nada disso e viva eternamente no mantra das possibilidades.
Quem sabe, quem sabe...

Um comentário:

Jacy Cruz disse...

Perfeito!